Em formação

Aumento das despesas de volta às aulas

Aumento das despesas de volta às aulas

Começa a encosta de setembro para muitas famílias com filhos, que hoje terão que enfrentar o aumento das despesas de volta às aulas para a compra de livros didáticos e material escolar.

De acordo com o relatório apresentado pela Confederação de Consumidores e Usuários da Espanha (CECU) em gastos escolares, este ano as famílias gastarão o dobro do ano passado. Estamos falando da encosta de janeiro, mas para as famílias a verdadeira subida é aquela que começa depois do verão. Manter os filhos atualizados na escola está se tornando mais caro a cada ano.

E o fato é que o crescimento das crianças no verão obriga-as a comprar roupas e calçados novos, livros e material escolar, cuja fatura será aumentada neste ano, segundo o CECU, pelo menos o dobro do ano passado. Porém, para lidar com essa situação, os pais estão sendo orientados a reciclar os livros didáticos de seus filhos, para que alguns deles possam ser herdados de irmãos, amigos ou primos. E seguindo essa recomendação, há anos venho guardando os livros do meu filho mais velho para o pequeno e seus primos, e não tem como. Só consigo salvar dois ou três. Porque?

A mudança dos livros para suas atualizações correspondentes parece lógica. Mas as reclamações dos pais com quem costumo interagir vão em outra direção. As editoras mudam a cada ano, o mesmo assunto não é estudado com o mesmo livro por motivos de consumo, pois não faz sentido que façam o mesmo com algumas disciplinas como Religião, cuja mensagem é a mesma há 2.000 anos.

Outra medida para economizar dinheiro é a troca de livros nas escolas. Porém, embora algo seja sempre alguma coisa, há pouco que se possa trocar devido às novas edições. Para encerrar o rosário de ajuda aos livros infantis, as bolsas de material escolar das crianças fecham as fileiras. Sim, por conta da crise o orçamento para bolsas foi cortado este ano, para que o número de famílias que vão se beneficiar com a medida seja reduzido. E neste capítulo as bolsas para refeitórios também foram reduzidas e novas greves na educação estão previstas a partir de 17 de setembro.

Com esse panorama, só podemos fazer as contas. Adições, subtrações, multiplicações e divisões para fazer face às despesas, para parcelar o que puder, para esticar o orçamento e economizar no carrinho de compras. Em muitas casas, veremos novamente o kit de costura na mesa para consertar saias e calças para fazer frente ao crescimento dos filhos. Este curso vai ser difícil.

Marisol New.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Aumento das despesas de volta às aulas, na categoria Escola / Faculdade no local.


Vídeo: COVID E VOLTA ÀS AULAS: VAMOS MOSTRAR COMO SE PREPARAR!! (Dezembro 2021).